A AJI

AJI  Ação dos Jovens Indígenas de Dourados – com o suporte do Grupo de Apoio aos Jovens Indigenas do Mato Grosso do Sul-GAPK é uma organização não governamental que tem a missão de promover ações afirmativas por meio da educação não formal. Fundada em 2001 pela antropóloga Maria de Lourdes Beldi de Alcântara junto com jovens Guarani-kaiowa e ñandeva e Aruak-Terena.

Tem a sede na aldeia do Bororó na  Reserva Indígena de Dourados, tida como a mais populosa do país: são aproximadamente 18 mil indígenas em aproximadamente 3,5 mil hectares. Esta entre as cidades de Dourados e Itaporã.